segunda-feira, 12 de abril de 2010

Moacyr Scliar

É médico, especialista em Saúde Pública e doutor em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública. Membro da Academia Brasileira de Letras, Scliar é autor de 73 livros em vários gêneros: ficção, ensaio, crônica, literatura juvenil, publicados no Brasil e no exterior. Entre as premiações conquistadas, estão: Prêmio Academia Mineira de Letras (1968), Prêmio Cidade de Porto Alegre (1976), Prêmio Guimarães Rosa (Governo do Estado de Minas Gerais, 1977), Prêmio Jabuti (1988, 1993 e 2000), Prêmio Casa de las Americas (1989), Prêmio Açorianos (Prefeitura de Porto Alegre, 1997 e 2002) e Prêmio José Lins do Rego (Academia Brasileira de Letras, 1998).


Livros:

Conto:

“O Carnaval dos Animais” (Porto Alegre, Movimento, 1968/ Rio, Ediouro, 2001)
“A Balada do Falso Messias” (São Paulo, Ática, 1976)
“Histórias da Terra Trêmula” (São Paulo, Escrita, 1976)
“O Anão no Televisor” (Porto Alegre, Globo, 1979)
“Os Melhores Contos de Moacyr Scliar” (São Paulo, Global, 1984)
“Dez Contos Escolhidos” (Brasília, Horizonte, 1984)
“O Olho Enigmático” (Rio, Guanabara, 1986)
“Contos Reunidos” (São Paulo, Companhia das Letras, 1995)
“O Amante da Madonna” (Porto Alegre, Mercado Aberto, 1997)
“Os Contistas” (Rio, Ediouro, 1997)
“Histórias para (Quase) Todos os Gostos” (Porto Alegre, L&PM, 1998)
“Pai e Filho, Filho e Pai” (Porto Alegre, L&PM, 2002)
“Mistérios de Porto Alegre” (Porto Alegre, Artes &Ofícios, 2004)
Romance:
“A Guerra no Bom Fim” (Rio, Expressão e Cultura, 1972. Porto Alegre, L&PM)
“O Exército de Um Homem Só” (Rio, Expressão e Cultura, 1973. Porto Alegre, L&PM)
“Os Deuses de Raquel” (Rio, Expressão E Cultura, 1975. Porto Alegre L&PM)
“O Ciclo das Águas” (Porto Alegre, Globo, 1975; Porto Alegre, L&PM, 1996)
“Mês de Cães Danados” (Porto Alegre, L&PM, 1977)
“Doutor Miragem” (Porto Alegre, L&PM, 1979)
“Os Voluntários” (Porto Alegre, L&PM, 1979)
“O Centauro no Jardim” (Rio, Nova Fronteira, 1980. Porto Alegre, L&PM)
“Max E Os Felinos” (Porto Alegre, L&PM, 1981)
“A Estranha Nação de Rafael Mendes” (Porto Alegre, L&PM, 1983)
“Cenas da Vida Minúscula” (Porto Alegre, L&PM, 1991)
“Sonhos Tropicais” (São Paulo, Companhia das Letras, 1992)
“A Majestade do Xingu” (São Paulo, Companhia das Letras, 1997)
“A Mulher que Escreveu a Bíblia” (São Paulo, Companhia das Letras, 1999)
“Os Leopardos de Kafka” (São Paulo, Companhia das Letras, 2000)
“Na Noite do Ventre, O Diamante” (Rio De Janeiro, Objetiva, 2005)

Ficção infanto-juvenil:
“Cavalos e Obeliscos” (Porto Alegre, Mercado Aberto, 1981;São Paulo, Ática, 2001)
“A Festa no Castelo” (Porto Alegre, L&PM, 1982)
“Memórias de Um Aprendiz de Escritor” (São Paulo, Cia.Editora Nacional, 1984)
“No Caminho dos Sonhos” (São Paulo, FTD, 1988)
“O Tio que Flutuava“ (São Paulo, Ática, 1988)
“Introdução à Prática Amorosa” (São Paulo, Scipione, 1988. Republicado como Aprendendo a Amar e a Curar. São Paulo, Scipione, 2003)
“Os Cavalos da República” (São Paulo, FTD, 1989)
“Prá Você Eu Conto” (São Paulo, Atual, 1991)
“Uma História Só pra Mim” (São Paulo, Atual, 1994)
“Um Sonho no Caroço do Abacate” (São Paulo, Global, 1995)
“O Rio Grande Farroupilha” (São Paulo, Ática, 1995)
“Câmera na Mão, O Guarani no Coração” (São Paulo, Ática, 1998)
“A Colina dos Suspiros” (São Paulo, Moderna, 1999)
“Livro da Medicina” (São Paulo, Companhia das Letrinhas, 2000)
“O Mistério da Casa Verde” (São Paulo, Ática, 2000)
“O Ataque do Comando P.Q” (São Paulo, Ática, 2001)
“O Sertão Vai Virar Mar” (São Paulo, Ática, 2002)
“Aquele Estranho Colega, O Meu Pai” (São Paulo, Atual, 2002)
“Éden-Brasil” (São Paulo, Companhia Das Letras, 2002)
“O Irmão que Veio de Longe”. (São Paulo, Companhia das Letras, 2002)
“Nem Uma Coisa, Nem Outra” (Rio, Rocco, 2003)
“O Navio das Cores” (São Paulo, Berlendis&Vertecchia, 2003)
“Histórias de Aprendiz”. (Rio De Janeiro, Mondrian, 2004)
“Um Menino Chamado Moisés” (São Paulo, Ática, 2004)
“O Amigo de Castro Alves” (São Paulo, Ática, 2005)
“Respirando Liberdade” (Rio de Janeiro, Larousse, 2005)

Crônica:
“A Massagista Japonesa” (Porto Alegre, L&Pm, 1984)
“Um País Chamado Infância” (Porto Alegre, Sulina, 1989)
“Dicionário do Viajante Insólito” (Porto Alegre, L&Pm, 1995)
“Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar” (Porto Alegre, L&Pm, 1996)
“A Língua de Três Pontas: Crônicas e Citações Sobre a Arte de Falar Mal” (Porto Alegre, Artes e Ofícios, 2001)
“O Imaginário Cotidiano” (São Paulo, Global, 2001)
“As Melhores Crônicas de Moacyr Scliar” (São Paulo, Ed.Global, 2004)

Ensaio:
“A Condição Judaica” (Porto Alegre, L&PM, 1987)
“Do Mágico ao Social: A Trajetória da Saúde Pública” (Porto Alegre, L&PM, 1987; SP, Senac, 2002)
“Cenas Médicas” (Porto Alegre, Editora da UFRGS, 1988. Artes&Ofícios, 2002)
“Se Eu Fosse Rotschild” (Porto Alegre, L&PM, 1993)
“Judaísmo: Dispersão e Unidade” (São Paulo, Ática, 1994)
“Oswaldo Cruz” (Rio, Relume-Dumará, 1996)
“A Paixão Transformada: História da Medicina na Literatura” (São Paulo, Companhia das Letras, 1996)
“Meu Filho, O Doutor: Medicina e Judaísmo na História, na Literatura e no Humor” (Porto Alegre, Artes Médicas, 2000)
“Porto de Histórias: Mistérios e Crepúsculos de Porto Alegre” (Rio de Janeiro, Record, 2000 (Reeditado Como Histórias de Porto Alegre, Porto Alegre, L&PM, 2004).
“A Face Oculta:Inusitadas e Reveladoras Histórias DA Medicina” (Porto Alegre, Artes e Ofícios, 2000)
“A Linguagem Médica” (São Paulo, Publifolha, 2002)
“Oswaldo Cruz & Carlos Chagas: O Nascimento da Ciência no Brasil” (São Paulo, Odysseus, 2002)
“Saturno nos Trópicos: A Melancolia Européia Chega ao Brasil” (São Paulo, Companhia das Letras, 2003)
“Judaísmo” (São Paulo, Abril, 2003)
“Um Olhar Sobre a Saúde Pública” (São Paulo, Scipione, 2003)

Biografia:
“O Texto, ou: A Vida - Uma Trajetória Literária” (Editora Bertrand Brasil, 2007)


Na Feira:
Encontro com o Escritor, dia 18, sexta às 14h.
Auditório Raquel de Queiroz- Praça da Bandeira.
Entrada Franca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário